por Swami Pavitrananda, da Ordem Ramakrishna
Com 50 ensinamentos da Santa Mãe no capítulo final

Traduzido por Leonardo Thierry

Formato: 13 x 18cm
120 pgs
brochura costurada
ISBN: 85-87546-12-0

Compre: R$20,00

Excertos

Ao ser abençoado com a primeira visão da Mãe Divina, Sri Ramakrishna foi arrebatado pelo ardente desejo de reviver incessantemente essa experiência. Sentia-se como um homem que um dia teve em mãos um tesouro inestimável, posto depois fora de seu alcance. Ansiava que a experiência se repetisse. Essa vontade dominava-o a tal ponto, e com tal força, que ele já não conseguia comportar-se como uma pessoa normal. Seu estranho modo de agir fez com que muita gente pensasse que ele perdera a razão. Capítulo 1, pág 5

A mais querida do povoado
Saradamani nasceu no dia 22 de dezembro de 1853, 17 anos depois de Sri Ramakrishna. Mesmo sendo muito querida por todos, sua família era pobre e, para ajudar os pais, cabia a ela fazer os serviços da casa. Por ser a mais velha, cuidava pessoalmente de seis irmãos e irmãs mais novos, além de levar comida para os trabalhadores no campo, colher forragem para as vacas e ajudar na colheita do arroz.
    Esses fatos se tornam ainda mais comoventes quando sabemos que mais tarde, já em idade avançada, ela deu instrução espiritual a milhares de pessoas dispostas a gastar literalmente tudo o que tinham para que seu menor desejo fosse atendido. Mesmo em circunstâncias mais favoráveis, manteve sempre sua maneira simples de viver. Preferia a comida típica da roça, cumpria as tarefas domésticas e seguia uma rotina igual à das outras mulheres daquele vilarejo humilde. Capítulo 2, pág 8

A mãe amorosa
A mãe de Saradamani ficou muito triste ao saber que ela se casara com um homem considerado louco que vivia a maior parte do tempo alheio ao mundo. Sua Sárada jamais saberia o que é ser chamada de “mãe” pelos filhos. Sri Ramakrishna disse-lhe então:
— Querida sogra, não precisa ficar triste. Sua Sárada terá tantos filhos que ficará cansada de ser chamada de mãe.
    Essas proféticas palavras sem dúvida cumpriram-se. Não saberíamos dizer se a Santa Mãe realmente se cansou de seus filhos. A verdade é que nenhuma outra mulher recebeu tanto carinho e foi chamada de mãe por tantas pessoas. Uma devota confessou a ela: — A senhora tem muitos filhos iguais a mim, mas eu não tenho uma mãe como a senhora. Capítulo 14, pág 87

“Ela é Sarasvati, a Deusa do Conhecimento, que surgiu para conferir sabedoria a todos; só que desta vez ela veio como uma mulher muito simples.”
Sri Ramakrishna

A vida de uma santa da Índia moderna

Este livro inspirador conta a história de Sárada Devi, a divina esposa de Sri Ramakrishna. Compassiva, acolhia todos que vinham procurá-la em busca de consolo e paz. Dizia: — Sou tanto a mãe dos bons quanto dos maus.
     Em sua vida o lado humano e o lado divino estavam maravilhosamente entrelaçados e o conhecimento que possuía não era do tipo que se possa adquirir em livros. Um discípulo perguntou-lhe: — De que adianta repetir o nome de Deus se a pessoa não sente amor por Ele?
     — Se você cair na água, pouco importa se a queda foi intencional ou um simples acidente. Suas roupas ficarão inevitavelmente molhadas — ela respondeu.

     Sua vida continua a ser, até hoje, um exemplo e fonte de inspiração para pessoas de todas as religiões, que ficarão encantadas de conhecê-la.
 
    Tomaz Lima, o Editor


Leia também Publicações da Ramakrishna Vedanta
O que é religião
Swami Vivekananda

A Prática da Meditação
Swami Ritajananda

Ouça — Músicas compostas por Swami Vivekananda e outros mantras
CD Árati

Visite o site www.vedantarj.org.br

À venda nas melhores livrarias.
Enviamos para todo o Brasil. Pague com cartão de crédito ou depósito bancário.
lotusdosaber@uol.com.br

Lótus do Saber Editora
Tel & Fax: 0 ** 21 2644-5286
Teresópolis, RJ
Início | Livros | Tomaz Lima, Homem de Bem | TLL Gravadora | CDs | Críticas