Este CD é uma gravação histórica de monges da Ordem Ramakrishna, na Índia, com o violão brasileiro de Tomaz Lima.

“Ao ouvirmos uma canção entramos em contato com o estado mental de seu compositor. Estes cantos sagrados, manifestações da mente transcendente de rishis, descortinam para nós um vislumbre do samadhi.
    Em ‘Khandana Bhava Bandhana’, composta por Swami Vivekananda para Sri Ramakrishna, ele nos revela: — Para aqueles que reverenciam em seus corações Teus santos pés, o oceano de Samsara não passa de uma poça de lama feita pelo casco de um bezerro.
     É para mim uma bênção, que me trouxe muita alegria, participar destas gravações. No Arati ouvimos uma centelha da música das esferas.
     Que esta obra possa abrir uma trilha luminosa em nossas almas, preparando nossos corações para as palavras libertadoras de Vivekananda. Seu livro O que é Religião, que tive a honra de publicar, abriu para mim horizontes sublimes de sabedoria e orientação. Om, Shanti.”


PS Eu gosto de ouvir este CD todos os dias, ao pôr do sol.


Repertório

1. Khandana Bhava Bhandana


2. Om Hrim Ritam


3. Sarva Mangala


4. Prakritim


5. Shanti Mantra


Jay Sri Guru Maharaj


6. Sri Ramakrishna Suprabhatam


7. Sri Sarada Suprabhatam


8. Shiva Mahimna


Significado do Árati
Considerado o ápice dos rituais religiosos, o Árati é uma cerimônia predominantemente hindu, apesar de fazer parte de outras tradições religiosas. Consiste em oferecer a Deus círculos de luz feitos com uma lamparina de um, cinco ou mais pavios acesos. Também denominado Mangala–Árati, é uma maneira de servir a Deus com elementos do Universo criado por Ele. As horas sagradas para a realização do Árati são a madrugada e o crepúsculo. No Árati vespertino, Deus, em suas diversas formas, é venerado com luz e às vezes com água, um lenço, uma flor e um abanador, chamado châmara. Lamparinas de cânfora também podem ser usadas.

O Universo segundo o Hinduísmo
De acordo com o hinduísmo o Universo é constituído de cinco elementos. No princípio era Um, que deu origem a cinco elementos sutis: som, aroma, tato, forma e sabor, que se tornaram espaço, terra, ar, fogo e água. Toda a criação — sutil e densa — resulta desses cinco elementos, cuja representação oferecemos a Deus ao oscilarmos a luz. É como se a Ele disséssemos: — A Ti ofertamos, com toda humildade, o que de Ti recebemos. Proteja-nos, nós Te pedimos. — Deus não tem forma, mas para benefício do devoto Ele assume várias formas. Deus em seus dois aspectos — com forma e sem forma — pode ser adorado com esses cinco elementos.

Realização do Árati
Quem for realizar a cerimônia do Árati deve fazer com a lamparina três círculos na altura dos pés, do abdômen e do rosto, terminando com três círculos em volta da deidade, se estivermos adorando Deus com forma. Se alguém está realizando o Árati para um rio, por exemplo, basta fazer com a lamparina, vagarosamente, três círculos. Tudo é Deus, mas podemos adorá-Lo por intermédio de suas sagradas representações, nas quais Ele se manifesta com mais intensidade. De modo geral, quando a cerimônia do Árati é realizada, as pessoas cantam bonitos hinos de louvor a Deus.

Cantos do Árati e Mantras
Neste CD, você ouvirá quatro cantos do Árati: Khandana Bhava Bandhana, Om Hrim Ritam e Sarvamangala, cantados diariamente em todos os centros da Ordem Ramakrishna no mundo inteiro, e Prakritim, cantado no sábado ou no domingo. Os outros são cânticos em honra a Sri Ramakrishna, Sárada Devi, a Santa Mãe, o Shanti Mantra e o Shiva Mahimna, dedicado a Shiva e considerado um dos mais belos poemas dos Vedas. Sri Ramakrishna Bhagavan costumava entrar em samadhi ao ouvir seus primeiros versos.


Compre: R$30,00

Visite o site www.vedantarj.org.br

Voltar
Tomaz Lima, Homem de Bem | CDs | Críticas | Lótus do Saber | Livros |

© TLL Gravadora — 0 ** 21 2644-5286 — Teresópolis, RJ
Todos os direitos reservados
e-mails: homemdebem@pobox.com